Inquérito sobre morte de padre em Borborema deve ser concluído dia 24; ex-coroinha continua foragido

A polícia civil ainda não localizou o segundo participante da morte do Padre Pedro Gomes Bezerra, de 50 anos, encontrado morto com golpes de faca na manhã do último dia 25 de agosto, na casa paroquial em Borborema, na Paraíba. Nesta segunda-feira (11) completa-se 18 (dezoito) dias que ele está foragido.

Lucas Sales Gerônimo, de 18 anos, participou do assassinato do sacerdote na companhia de um adolescente de 15 anos, que foi apreendido quatro dias após o crime. Ele confessou a autoria do homicídio e a participação do ex-coroinha, natural de Arara-PB.

"A apreensão do menor foi em cumprimento à decisão judicial de internação provisória. Ele foi detido em Arara e confessou ter matado o padre, conforme apontaram nossas investigações. "Lucas já tem mandado de prisão preventiva e agora é considerado foragido da justiça. Os dois participaram efetivamente do crime", explicou o delegado Diógenes Fernandes em entrevista ao repórter Pedro Júnior da Rádio Rural AM 850 de Guarabira.

Leia mais: Padre Pedro Gomes é encontrado morto em sua residência em Borborema

De acordo com o delegado, a expectativa da polícia e encerrar o inquérito sobre a investigação do crime até o dia 23 de setembro, prendendo ou não o ex-coroinha. "O ex-coroinha, que completou 18 anos cinco dias antes de praticar o crime, continua foragido e temos recebido informações de onde ele estaria escondido, mas quando checamos não conseguimos localizá-lo. Claro que se a prisão do ex-coroinha acontecer novos elementos podem surgir, com até a participação de uma terceira pessoa, mas estamos bem encaminhados com o inquérito e devemos fechá-lo até o dia 24", concluiu o delegado.

Fonte: NE1 com Pedro Jr





Comentários

Brasil

Mais Notícias

Paraíba

Mais Notícias

Municípios

Mais Notícias

Policial

Mais Notícias

Saúde - PB

Mais Notícias